terça-feira, 6 de fevereiro de 2007

Luiz Biajoni &
"Sexo Anal - Uma Novela Marrom"


o autor
Luiz Biajoni é casado, pai de três filhos, nasceu e vive em Americana (SP). Em 1989, aos dezenove anos, começou carreira em rádio. Trabalhou na implantação da primeira emissora de TV local comunitária da América Latina, em Americana, e dirigiu por oito anos a TV Jornal de Limeira, considerada a TV local mais ativa do Estado de São Paulo - onde desenvolve, atualmente, um trabalho de consultoria. Trabalhou em campanhas políticas dirigindo programas do horário eleitoral; faz assessoria de imprensa para empresas e instituições; ministra palestras e workshops de cinema e produção em vídeo, além de cursos de extensão em história do cinema. Montou, em 2001, o site "Tiro&Queda" - hoje desativado -, experiência de jornalismo on-line local. Em 2002 fundou a OSCIP Instituto Macuco - Meio Ambiente, Cultura e Comunicação, que realiza projetos culturais e de conscientização ambiental. "Sexo Anal" é seu segundo romance, primeiro a ser divulgado.

a obra

Em "Sexo Anal - Uma novela marrom" uma jornalista descobre as delícias do sexo anal ao mesmo tempo em que é escalada para cobrir - junto a um jornalista policial experiente - um crime bárbaro de estupro e morte. Em paralelo, seu namoro vai mal por conta do assédio de um médico bem-sucedido. Seu namorado conhece uma garota virgem de 23 anos que sofreu um abuso sexual na pré-adolescência e se interessa por ela. Uma homossexual, amiga de faculdade da jornalista - e apaixonada por ela -, faz de tudo para afastar os dois. O livro procura aproximar do romance da idéia de "jornalismo marrom" que explora a violência e o sexo.

A capa, editoração e diagramação do livro é de Helton Winter.

a repercussão

- Após a conclusão do romance, Luiz Biajoni comentou sobre ele com alguns blogueiros que se interessaram em ler. Os dois primeiros publicaram elogios em seus blogs:

(trecho)
"Luiz Biajoni escreveu um dos melhores romances que li nos últimos tempos: Sexo Anal. A última vez que senti algo assim foi quando li 'O Casamento', de Nelson Rodrigues. A gente vai virando as páginas e pensa: pronto, o homem atingiu o cúmulo da baixaria, daqui ele não vai ter pra onde descer. E ele descia. Adorei tudo. O livro é camp, kitsch e trash como um velho episódio do Batman. Quase dá pra ouvir o crash, pow e bang nas cenas de violência..."
Alex Castro, jornalista e escritor, colaborador da Tribuna da Imprensa do Rio de Janeiro, blog "Liberal Libertário Libertino"

(trecho)
"São 45.000 palavras de prosa ágil, impecável, sem adjetivações fáceis. 'Sexo Anal' é thrash, é heavy, é power, é pop. Seria uma ingenuidade ver o romance de Biajoni como pornográfico. Na verdade, trata-se de um texto 'pós-' ou 'trans-' pornográfico. Ao escancarar já no título, Biajoni paradoxalmente 'esvazia' qualquer bobinha pretensão de excitação e voyeurismo punheteiro com o texto. [...] São 200 páginas de uma narrativa sensacional, vertiginosa, violenta e lírica, misógina e feminista, global e paulista-carioca (carioca em seu cenário, paulista em sua 'filosofia'). Quem acredita que os opostos não se misturam vai derrapar feio nesse romance."
Idelber Avelar, professor de Literatura Latino-Americana da Universidade de Tulane, New Orleans (USA), blog "O Biscoito Fino e a Massa"

- A partir das postagens fazendo referência ao livro, pedidos via-email começaram a chegar para Luiz Biajoni solicitando o livro. Alguns arquivos contendo o texto em Word ou em .PDF foram enviados gerando mais comentários, novos e-mails com pedidos e outros com comentários, como esses:

(trecho)
"O livro é bom pracarai. Gostei da fluência da leitura, da excelente caracterização dos personagens e da verve sem papas na língua. O romance traça um polaroid da realidade brasileira ao mesmo tempo que evita digressões modorrentas e todo aquele blá-blá-blá sociológico/punhetístico/cabeçóide que entucha muito aspirante a escritor. O livro flui que é uma beleza"
Alexandre Inagaki, jornalista e escritor, blog "Pensar Enlouquece, Pense Nisso".

(trecho)
"O livro é sensacional! Na realidade, eu vi um film, não li um livro"
Renata Maneschy, jornalista e designer do jornal O Globo, blog "Kit Kásico da Mulher Moderna"

(trecho)
"Literatura proto-beat, sintetizadora de Nelson Rodrigues com todo o escracho"
Reginaldo Siqueira, do blog desativado "Singrando"

- A movimentação de e-mails e posts em blogs citando tanto o autor como o livro fizeram com que Biajoni decidisse imprimir por conta própria alguns exemplares do livro e fosse convidado pelo condomínio de blogs Verbeat a montar seu próprio blog. Os livros impressos foram distribuídos para amigos, blogueiros, jornalistas, críticos e escritores - o que gerou uma nova onda de posts resenhando ou simplesmente comentando a obra (veja alguns trechos mais abaixo).

- O jornal TodoDia, baseado em Americana e distribuído para 15 cidades da região metropolitana de Campinas fez matéria sobre o hype do livro, em 20 de Outubro de 2005:

(trecho)
"Há cinco meses rolando pelos campos virtuais, 'Sexo Anal - Uma Novela Marrom' abraça, inexorável, a sina dos grandes romances malditos da literatura brasileira."
Leia reportagem completa de Gustavo Brigatti.

- Um ano depois da matéria no TodoDia, o Caderno Prosa & Verso do jornal O Globo, decidiu dedicar um número especial à produção on-line e deu destaque para "Sexo Anal - Uma Novela Marrom", em resenha de André Luis Mansur. Para que o livro pudesse ser resenhado, era necessário que ele estivesse disponível para download gratuito. Biajoni colocou o link em seu blog no dia 3 de Novembro de 2006. Três meses depois a estatística apontava mais de quatro mil downloads, muitos deles provocados pela resenha nO Globo. Escreveu o crítico André Luis Mansur sobre "Sexo Anal":

(trecho)
"Utilizando uma linguagem que em alguns momentos faz "O Doce Veneno do Escorpião", de Bruna Surfistinha, parecer literatura infantil, Biajoni constrói uma interessante trama urbana altamente pornográfica, com alguns momentos escatológicos e muito bom-humor."
Leia crítica completa de André Luis Mansur.

- Entre a matéria do TodoDia e a crítica nO Globo, houve uma resenha do jornalista do Estado de São Paulo, Pedro Doria, em seu blog "Papo de Homem", que mantém no site NoMínimo, e deu ainda mais visibilidade ao livro, impulsionando uma nova leva de leitores a procurar pelo título. Nos comentários do post de Doria houve uma fantástica discussão. Escreveu Pedro Dória:

(trecho)
"É um livro não só divertido como sem quaisquer frescuras. É livro de homem no qual a personagem principal é uma mulher."
Leia resenha completa de Pedro Doria.

- O Jornalista Pedro Doria serviu de ponte para que o livro fosse parar do outro lado do Atlântico, iniciando um buzz em Portugal por conta de dois posts escritos pela prostituta brasileira radicada em Portugal, mas também escritora com livro no prelo, Paula Lee:

(trecho)
"As razões para eu ter gostado do livro Sexo Anal do Luiz Biajoni são várias. Primeiro porque é ágil. A história não é morna (se eu estivesse com o livro na mão, teria até queimado os dedos) está sempre acontecendo algo, sempre deixando o leitor com vontade de saber o que vai acontecer. [...] Em seguida, porque é um livro agressivo, bruto, mas sem perder a sua leveza, uma leveza que faz você passar os olhos calmamente pelo texto, conhecendo cada personagem."
Paula Lee, escritora, blog "Amante Profissional" - post 1 e post 2 sobre "Sexo Anal"

- No total, o livro de Luiz Biajoni já apareceu em 37 textos na internet, e continuamente é comentado em discussões, chats e listas que falam sobre a nova literatura brasileira -, sem contar as menções ao livro em janelas de comentários. Uma busca ao Google associando o título principal do livro ao nome do seu autor resulta em 11.300 links. A busca por links em blogs no Technorati aponta 39 posts. O livro tem também comunidade no Orkut.

- A parte inicial do livro pode ser lida em arquivo .PDF aqui.

resenhas:

"Precisa dizer que o livro passa longe de ser mera pornografia, como sugere o título. É, antes, uma história de amor contemporânea das mais belas, pra macho nenhum botar defeito."
Caco Ishak na revista outracoisa.
http://www2.uol.com.br/outracoisa/noticia06.htm

" [...] o que realmente encanta é que 'Sexo Anal' é um livro de personagens. No plural. Ao contrário da moda que toma conta dos novos autores nacionais - que levam a idéia de primeira pessoa ao pé da letra para escreverem única e exclusivamente sobre os próprios autores-personagens -, Biajoni opta por trabalhar principalmente a relação entre os personagens. Meia dúzia de personagens interagindo dentro do universo criado pelo autor, onde, é claro, sexo é a principal motivação."
Marcel Monteiro, site "Programa Alto Falante".
http://programaaltofalante.uol.com.br/index.php?master=balaio&sub=livros&ac=1

"O Biajoni tem uma capacidade absolutamente anormal para, em escassíssimas linhas meramente descritivas, derramar imagens muito poderosas. O cara não elabora, não psicologiza. Explicita as emoções dos personagens com muita parcimônia, pois não precisa. Está tudo ali nas entrelinhas naquela magia que pouco escribas dominam com tanta habilidade."
Pedro Novaes, blog "O Garganta de Fogo"
http://blog.karaloka.net/2007/02/27/o-sexo-anal-e-a-alma-feminina

"Biajoni escreve com desenvoltura, usando de baixaria sem ser apelativo. Cada cena escatológica, despudorada ou pornográfica retratada no livro tem um objetivo maior para a trama, nos mostrando um aspecto psicológico novo ou indicando uma tensão ou uma afinidade entre dois personagens. A baixaria não é gratuita."
Andrada, blog "Tempos Estranhos".
http://temposestranhos.wordpress.com/2007/03/12/sexo-anal-uma-novela-marrom/

"Vulgaridade e baixaria passam longe deste romance de 204 páginas. E não é pouca coisa, pois escrever sobre sexo é mais difícil do que a prática em si. É caminhar sobre uma linha tênue entre a beleza do erótico e a pura sacanagem pornô. Mas o Bia consegue, através de uma linguagem leve, simples, dinâmica e esperta, manter o equilíbrio."
Júlio César Côrrea, escritor, blog "Bala Perdida".
http://jccbalaperdida.blogspot.com/2007/02/toda-estupidez-ser-castigada.html

"Acredito que o maior mérito de Biajoni é ter conseguido fazer a ficção virar verdade, os personagens têm vida, respiram, têm jeito de gente. O melhor é que ele consegue isso sem digressões. O narrador não descreve os personagens, não faz elaborações psicológicas, descreve apenas as situações e os diálogos. Os personagens se levantam sozinhos e por isso são tão reais."
Carlos Augusto Magalhães, professor de sociologia, blog "NCC"
http://www.ncc.embuste.com.br/archives/000526.html

"Biajoni narra situações prosaicas e bizarras, sensuais e escatológicas, violentas e cômicas, com a naturalidade típica de um jornalista que já viu de tudo e não tem frescuras nem pudores para falar dos fatos da vida."
Leila Couceiro, blog "Stuck in Sac"
http://www.verbeat.org/blogs/stuckinsac/arquivos/2006/03/o_livro_do_bia.html

"O livro é um recorte, se não de uma realidade física, de uma realidade que toda mente sadia - repito: sadia, muito sadia - é ou deveria ser capaz de criar em seus devaneios eróticos. Sim, o livro é exagerado e é difícil não se chocar com certas passagens. Mas toda mente sadia sabe que a hipocrisia é feito pneu de carro: vento, puro vento, mas que amortece - e como - os choques. O grande mérito do livro do Biajoni é desligar um pouco essa nossa chave da hipocrisia."
Marcos VP, blog "Pirão sem Dono".
http://pirao.wordpress.com/2007/02/08/marquetingue/

"Raras vezes li algo tão despretensioso e engraçado. Sexo Anal é divertido e tem um ritmo cinematográfico."
Ricardo Montero, do blog "Homem-Baile"
http://homembaile.blogspot.com/2005/03/sexo-anal-um-livro-seminal.html

"Sexo Anal é eficiente naquilo que se propõe - contar uma história grudenta e tornar interessantes - e são!, e devem ser contadas! - as vidas de pessoas absolutamente comuns. E, por favor, não pensem que é uma novela pornográfica ou erótica. Também é, mas penso que Sexo Anal sirva melhor à diversão do que à masturbação."
Milton Ribeiro, blog "Milton Ribeiro"
http://www.verbeat.org/blogs/miltonribeiro/arquivos/2006/02/sexo_anal_uma_n.html

"Biajoni tem uma narrativa ágil, gostosa e a partir de personagens comuns, como eu ou você, ele viaja na mente dessas personagens, ilustrando em um cotidiano pra lá de normal, os tropeços nossos de cada dia. O que mais gostei no romance?! Ah, sei lá! Acho que o começo, o final... O livro todo é um orgasmo, de tão intenso e gostoso."
Beattrice, blog "Literatices Eróticas"
http://literaticeseroticas.blogspot.com/2005/08/sexo-anal-luiz-biajoni.html

"O nome do livro pode até parecer forte, mas posso garantir que o livro é excelente. Ele tem todos os elementos de uma boa história, é bem escrito, despretensioso e cativante. Centrado na história de um relacionamento, o autor percorre temas como amor, traição, comodismo, preconceitos, imprensa, além de assuntos atuais superlotação de presídios. O livro toca a psicologia quando trata de medos, taras, traumas. Só mesmo escrevendo de uma maneira simples para abarcar tantos temas."
Beto Lins, blog "Pontos Cegos"
http://pontoscegos.blogspot.com/2005/12/esse-tal-biajoni.html#links

"A idéia, a trama, os personagens, a linguagem; impecável"
Olivia Maia, escritora, blog "Forsit"
http://www.verbeat.org/blogs/forsit/arquivos/005254.html

"O livro inteiro é bem legal, a história flui e o final não é uma interrompida brusca, como se tivesse que ter mais coisa depois daquilo, pelo amor de deus. O final é a conclusão de uma etapa de transição na vida de 3 ou 4 ou 5 pessoas. Não preciso que o livro continue para continuar existindo, porque o Bia simplesmente plantou os personagens no meu cérebro, então eles continuam lá dentro."
Rayssa Galvão, escritora, blog "Filosofia de Banheiro"
http://bonequinhosbanheiro.blogspot.com/2005/10/da-srie-livros-para-se-ler-cagan.html

"Econômico e despretensioso, é pra te deixar verde de raiva, 'esse filhodaputa escreveu esse material antes de mim!'."
Renmero Rodriguez, blog "Bunker"
http://www.renmero.com/blog/?p=143

"Não vou dizer que Biajoni reinventa a prosa rápida em seu livro, porque não sei o que é prosa rápida e nem sei se ela precisa ser reinventada. Mas ele faz algo nessa linha. Quando leio um "novo autor", prefiro que ele se distancie da linguagem cansada do romance convencional; espero que me traga algo novo, diferente em sua narrativa, em sua forma."
Tiago Casagrande, blog "Bereteando"
http://www.verbeat.org/blogs/bereteando/arquivos/008575.html

"'Sexo Anal – uma novela marrom de Luiz Biajoni' tem essa capacidade: de te prender até a ultima página, mesmo quando você acha que a história não passa de um amontoado de clichês.[...] Até que passei para a página cinco. Aí, me deparei com uma pouco sutil, mas bem arquitetada trama na qual todos os personagens têm culpas e ninguém está a salvo de uma tara qualquer. Ou da mesma. Que a gente tem uma incrível capacidade de perdoar nossos pares, mesmo quando apregoa justiça para os que dela precisam. E que o clichê é uma opção consciente, cínica, debochada."
Vanessa, blog "(In)Confidência Mineira"
http://inconfidenciamineira.com/?p=209

"O livro é maravilhoso. [...] Sexo Anal é uma deliciosa história de amor, luxúria, violência e inveja. Prosa fácil e dinâmica. Não conseguia largar o livro, tamanha é a rapidez da sua história, tamanho é o apelo de seus personagens. O grande mérito do livro é tornar todos lá pessoas que podemos conhecer - e que muitas vezes conhecemos de verdade. São todos muito verdadeiros, inseridos num mundo contemporâneo e kitch ao mesmo tempo. Um mundo de contrastes e de absurdos, que quando olhamos para fora de nossas janelas o encontramos."
Bruno Freitas, blog "Lembrança Eterna de uma Mente sem Brilho"
http://ikhaat.blogspot.com/2006/04/contemplo-certo-domingo-o-pacote-que.html

"Ora, quem esperar deste livro uma dessas historinhas de sacanagem vai quebrar a cara. Não tente procurar personagens depravados e histórias que só acontecem nos filmes pornôs. São pessoas normais como eu, você e ela tentando descobrir os valores do amor em fatos que acontecem no cotidiano de qualquer um. É sim erótico, mas é muito mais do que isso, é excitante. Inteligente e bem construído."
Érik Vigúleo, blog "Cavalo Verde"
http://cavalo-verde.blogspot.com/2006/04/sexo-anal-uma-novela-marrom.html

" [...] um dos melhores romances que ja li. Um achado, uma "obra-prima" despretenciosa. A história é interessante, o texto é bem escrito, os personagens são bem desenvolvidos, da até pra ouvir as vozes deles..."
C. R. Quint, blog "Brigada da Angústia"
http://quintblog.blogspot.com/2007/01/sexo-anal.html

"O livro de Luiz Biajoni é, de longe, um romance de ruptura. Não é pop, mas rock. Não é a ducha limpa que você toma quando chega em casa, e sim a lama que um carro em alta velocidade lança sobre a barra da sua alva calça limpa. Leia o livro, sinta os espasmos no cenho, ódio - que seja. Nada melhor que umas boas doses de verdade crua para fazer com que nos sintamos vivos."
Edd Caufield, blog "Semiótica"
http://eddcaulfield.wordpress.com/2007/01/24/sexo-anal-um-livro-para-romanticos/

"O que posso dizer é que o excesso de sexo e nojeiras me incomodou demais, embora eu tenha gostado do livro. Não vou dizer que o livro é bom só porque lida com situações reais pois isto não significa absolutamente nada. Mas o livro é bom porque possui uma certa naturalidade. [...] E tenho certeza que quando o Biajoni levantar a calcinha de suas frases, será um dos melhores escritores de seu tempo."
Edward Bloom, blog "Introibo ad Altare Dei"
http://iaad.blogspot.com/2007/01/pudor.html

"Biajoni trata de temas humanos e outros, digamos, mais fisiológicos. Os personagens são bem estruturados, como todo bom personagem deve ser. Têm suas características próprias, seus medos, dúvidas, sonhos, alegrias, que não são forçados ou soam artificiais ao leitor e, ao contrário do que se vê por aí, os conflitos internos e externos do enredo não são simplórios, ou muito menos simplistas."
Lefebvre de Saboya, blog "Breves Notas"
http://saboya.org/Textos/623237D7-18D3-4461-B794-E9C0F8FBAFF1.html

"Biajoni escreveu uma grande história de encontros e perdas, onde amores e buscas e desejos e desgraças se entrelaçam e se desfazem e se descobrem e refazem. Histórias feitas de carnes e ossos. "Feito gente, feito fase", que se amam como podem."
Luana Chnaiderman, blog "Diário da Lulu"
http://lulu-diariodalulu.blogspot.com/2007/01/sexo-anal-uma-novela-marrom.html

"A trama é recheada de sujeira. Traição e ambição se confundem com violência e sexo, e dão o tom do livro, marrom, como diz o subtítulo."
Marcelo, blog "Hopes and Fears"
http://hopes-and-fears.blogspot.com/2006/04/biajoni-e-o-sexo-anal.html

"Este livro [...] é uma novela ágil, uma história com ritmo cinematográfico, um livro muito bem escrito cuja leitura flui fácil. Mas é, sobretudo, uma história de traição. Uma história de muitas traições encadeadas."
Daniel Seda, blog "Escritxos"
http://escritxos.blogspot.com/2007/02/ateno-o-post-abaixo-fala-sobre-sexo.html


"Biajoni percebeu, sabidamente, que o seu livro policial não ia dar em nada, e acrescentou uma pitadinha de sexo anal. Mas, justiça seja feita, não deixou nenhuma vez de ser engraçado em todas as 200 páginas do livro."
Caiocito Campos, blog "Dublês de Poeta"
http://dublesdepoeta.zip.net/

"A trama, embora simples, permite uma série de considerações sobre a sociedade, sobre violência, sobre desejos, sobre egoísmo e sobre nós mesmos."
Blog "Apropriações"
http://apropriacoes.wordpress.com/2007/02/13/livro-sexo-anal-uma-novela-marrom


- Confira também essa excelente matéria da Revista Idiossincrasia, no Portal Literal, onde o livro é citado.

- Menções ao livro também:

Rafael Galvão, blog "Rafael Galvão":
http://www.rafael.galvao.org/2005/08/sexo_anal_1.php
Nataly, blog "100 meias palavras":
http://100-meias-palavras.blogspot.com/2006/11/sexo-anal.html
Merlin Market, blog "Choque Liberal":
http://choqueliberal.blogspot.com/2005/06/o-livro-do-biajoni.html
Flávio Prada, blog "Lixo Tipo Especial":
http://www.verbeat.org/blogs/lixotipoespecial/arquivos/2006/08/anus_dominum.html
Cris Carvalho, blog "Empresário do Amor"
http://empresariodoamor.blogspot.com/2007/03/descries-sobre-sexo.html
Bolacha, do blog "Bolacha de Mostarda"
http://bolachademostarda.blogspot.com/2007/02/ora-pois.html

- Um elogio de Alex Castro a Luiz Biajoni:
http://liberallibertariolibertino.blogspot.com/2007/02/elogio-ao-biajoni.html

pequena galeria:











[A bunda de Paula Lee e o livro]


















[Biajoni e a escritora Olivia Maia, com o livro dela]








[Jornalista Gustavo Brigatti e Biajoni]


[Bibi, blog Bibi´s Box (que colocou o livro em sua lista na LibraryThing), e Biajoni em foto de João M. Nababu (que colocou o livro entre os melhores de 2005)]



[O escritor André Czarnobai, o Cardoso, e Biajoni - foto de Lilinha]





















[Carol Ribeiro, blog "Appothekaryum", recomenda]





















[Alex Castro recomenda]

















[Biajoni e Viva, uma das pessoas mais queridas da blogosfera]



contato:

Blog de Luiz Biajoni: www.verbeat.org/blogs/biajoni
Faça o Download Gratuito de "Sexo Anal" aqui.
E-mail para o autor: shi2t@hotmail.com

Projeto conjunto com Renmero Rodriguez: blog "Dois Discos"



*Colaborou Carlito Amaral .